Texto de Reinaldo Passadori

“Beleza de estilo, harmonia, graça e bom ritmo dependem da simplicidade”.
(Platão)

O corpo fala. Este é o nome de um livro de Pierre Weil e encerra grande verdade. Ele não só revela nossa idade, sexo, aparência, reflexos de como dele cuidamos ou descuidamos, estado de espírito, tamanho, origem, como também muito da nossa comunicabilidade.

Essa comunicação flui por meio dos nossos gestos, do olhar, da nossa expressão facial nas suas inúmeras sutilezas, desde um franzir de cenho, de uma piscadela, sorriso, olhar cabisbaixo, evidenciando ter emoção, ideias ou pensamentos.

Curiosamente, o psicólogo americano, Albert Merabian, em seu livro “Silent Messages” comenta que daquilo que comunicamos, 7% são representados pelas palavras, 38% por qualidades vocais e 55% pelo corpo.

De fato, quando olhamos para alguém, captamos muito do que nos é transmitido, ou melhor, registramos o que fomos capazes de perceber e fazemos nossa interpretação. Notamos se a pessoa está calma, com nosso julgamento, a avaliamos como simpática ou antipática, agradável, interessante, sexy, se é alta ou baixa, gorda ou magra, se está bem vestida ou não, se zela por um bom asseio corporal, se suas roupas estão limpas e bem passadas, se seus sapatos estão engraxados.

Além disso, percebemos seus gestos, seu olhar, suas movimentações corporais, denotando ser pessoa agitada ou tranquila, se há congruência entre a expressão corporal e aquilo que diz.

Somos semelhantes como espécie, mas distintos em termos de características e capacidades, com diferentes modos de interpretar as nossas inteligências. Outro aspecto que nos une é a capacidade de sermos, fisicamente, ativos, ou seja, agimos através das características do nosso corpo e apesar de todo o avanço tecnológico dos sistemas de comunicação e da computação, nada substitui a capacidade humana de sentir e expressar emoções, de perceber frio, ou a energia que flui através do olhar.

Mas muitas vezes, por falta de habilidade ou mesmo atenção, nos expressamos de maneira errada e acabamos não dizer aquilo que realmente queríamos informar em nossa comunicação.

Através da aparência, dos gestos e de olhares, expressamos nossos sentimentos, nossa personalidade e nossas crenças.

Na aparência, “Nunca teremos a segunda chance de causar uma primeira boa impressão”. Essa máxima popular justifica como é importante cuidarmos de nossa aparência, pois por ela nos mostramos às pessoas com quem convivemos.

Os gestos, parte do que é percebido pelas pessoas no processo de comunicação, é transmitido pelos gestos, na movimentação adequada das mãos, ora se fechando e simulando um murro no ar, ora os dedos se abrindo um a um, sinalizando uma contagem, ora levantando um polegar, sinalizando algo positivo ou o contrário, o polegar para baixo simbolizando algo negativo.

Curiosamente, um gesto bem feito, concatenado e ajustado ao conjunto não se destaca. Flui, harmoniosamente, no conjunto, reforçando uma ideia e gerando um impacto forte, em consonância com as emoções e o contexto.

O olhar. O entreolhar de duas pessoas que se amam comunica mais do que mil palavras.

Se observarmos atentamente, verificaremos que grande parte do que comunicamos flui através do olhar, principalmente na relação com as pessoas mais íntimas.

Muitas pessoas, diante do público, têm dificuldades para olhar nos olhos, ou olham para cima e para baixo, ou embaçam o olhar para não ver ninguém.

Ora, se não há conexão de olhar, salvo condições especiais, por exemplo, pessoas cegas, há uma natural redução do efeito-impacto do processo de comunicação. Primeiro para quem fala, pois não colhe as informações da audiência e também com relação a quem ouve, pois não se sente privilegiado pelo olhar do orador, não lhe dando o devido crédito.

Portanto, ao comunicar-se dê mais atenção e ênfase em sua comunicação corporal, pois é nela que sua conversa ou apresentação será bem recebida pelo público, ou não.

Faça o Curso de Comunicação Verbal do Instituto Passadori. Acesse, www.passadori.com.br e conheça.

Share
Categories: Sem categoria

*

  • RSS
  • Facebook
  • Twitter
  • Linkedin
  • Youtube

Mais Acessados

Sinergia - Você sab

Sinergia é integração. De origem grega a palavra significa cooperação ...

Como fazer uma pales

Texto de Reinaldo Passadori Por mais que você tente, ...

A Importância do pl

Planejar significa formular estratégias, ferramenta indispensável para a conquista do ...